Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Não gosto

17.05.19, Ana sem saltos
De comer perceves ou caracóis e subitamente trincar areia (arrepio na medula). Aspirar a casa antes de um dia de praia. De me cansar. De slime (que o senhor cabresto que inventou isto já tenha 16 filhos obcecados nesta gosma) Que tudo me canse. De vomitar. De não poder chorar. Quando tenho de disfarçar. De cenoura cozida. Das lágrimas de quem amo. Que se estargue puré instantâneo, essa grande benção, com noz moscada. De falhar. De não saber cozinhar doces (o resto sou (...)

Sair com filhos

13.05.19, Ana sem saltos
Vocês não vão acreditar na BOMBA que tenho para vos contar.  É POSSÍVEL!!!!! (sair com filhos, leia-se). Dando uns passinhos atrás, sempre foi possível, atenção. Lá porque eu sou vagamente anhada, não quer dizer que não seja possível. Sempre saímos, mas não abusávamos, isto porque, além de dispendioso, valha-me Deus, A LOGÍSTICA era qualquer coisa de transcendente. Para além da logística, os meus adoráveis mini homens foram bebés, como dizer isto, irrequietos. (...)

É preciso falar disto (Maria Leal)

09.05.19, Ana sem saltos
Quando eu era bancária costumava divertir-me com uma amiga minha a ver as maravilhas da Maria Leal. Depois já não era só dela, era dos que gozavam com ela e que ainda tornavam as coisas mais apetecíveis à gargalhada. Houve inclusive um concurso lançado pela mesma para os seus fãs se candidatarem para participarem num vídeo dela, que, como saberão, é sempre um hino à classe. Eu não me candidatei, que não sou assim muito dada às câmaras, mas evidentemente candidatei essa (...)

Ter ou não ter mais filhos - eis a questão

08.05.19, Ana sem saltos
(Recebemos esta fotografia por whatsapp de um amigo com a legenda: "Ficam-vos mesmo bem deste tamanho! Pensem nisso!". Com amigos assim quem é que precisa de inimigos?)   Como sabe quem me lê, sou uma jovem idosa mãe de dois filhos, atualmente com 8 e praticamente 5 anos mas que mais parecem 12, rapazolas dengosos que me enchem a alma de pânicos, fúrias e estrondos de amor. (Recém nascidos soberbos que já não se afogam <3)   Ser mãe é sem dúvida, e apesar de todas as (...)

O flagelo da vida saudável

29.04.19, Ana sem saltos
Eu não sou uma mulher muito saudável, nem física nem psicologicamente. Atacam-me fúrias e medos obstinados, bebo mais minis do que água e sou uma fumadora cansada de tentar deixar de fumar sem sucesso. O exercício físico é uma novidade relativamente recente na minha vida, e ainda assim, botemos um "lol" no que considero exercício físico. (caso são saibam, clicai com (...)

Os assassinos da leitura

23.04.19, Ana sem saltos
Ora então celebra-se a 23 do presente mês do calendário o Dia Mundial do Livro. Extremamente importante este dia, especialmente para mim. Estava eu a pensar nisto quando me dou conta, assim de forma estupendamente racional, que já li muito, mas MUITO mais do que leio hoje em dia. Caramba, então afinal o que se passa com uma aspirante a escritora que subitamente deixa de ler? Sempre adorei ler. Talvez seja um ciclo vicioso de quem gosta de escrever, mas a verdade é que um bom livro é (...)

O desafio de educar (II)

16.04.19, Ana sem saltos
Prova dos diabos, 'migos, é o que vos digo. Não me canso de dizer que esta coisa de lançar no planeta terra seres bestiais, tem o seu se quê de quase diabólico. E isto porquê? Primeiro, porque o mundo não é suficientemente perfeito para eles. Aliás, na verdade, o mundo é uma valente m##*@, a partir do momento que eles nascem ganhamos uma noção assustadora do assustador que é o mundo. Devia ser todo almofadado, feito de núvens de algodão doce e Gandis em cada esquina a (...)

Atentem ao buraco negro

11.04.19, Ana sem saltos
Uma pessoa à espera disto: E sai-me isto: Que tremenda desilusão. Tirando isso, enfim, eu percebo é um marco histórico, e os cientistas devem estar eufóricos. No entanto - talvez devido a uma dosagem maior de empatia humana fico cheia de limitações intelectuais - custa-me entender os milhões que devem ter sido aplicados naquele mega telescópio capaz de detetar uma laranja na lua, com tanta gente a morrer à fome. Mas isso não interessa nada. (O meu lado naife.) Ontem falamos (...)

Injustiças

09.04.19, Ana sem saltos
Olá a todos, sejam muito bem-vindos. Como se pode ver, sou mulher ainda viva, apesar do temporal que nos sova Portugal, da inundação que o meu pequeno recém-nascido fez lá em casa, e de uma dor de cabeça monumental. Tudo na paz do senhor. Despite all that, aqui estou eu pronta a expor-vos mais uma vicissitude. Hoje mandaram-me este belíssimo vídeo por wastup: (não consigo inseri-lo no post maneiras que é favor

Em abril águas... oh diabo

05.04.19, Ana sem saltos
Atenção, não sou nenhuma inconsciente, ok? Eu sei que o país está perto de uma seca severa, que as barragens estão a morrer de sede, sei de tudo isso. Também já li que é preciso que chova o dobro do normalmente chovível neste mês para que se reverta este caminho sequinho que se tem vindo a galgar nos últimos meses. Mesmo sabendo de tudo isso, e sou eu apenas uma granita pindérica num soberbo deserto, preciso de falar sobre o efeito desta chuva em mim, ainda para mais, (...)