Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Positivismo em tempos de crise

17.03.20, Ana sem saltos

Acordemos o blogue, que de quarentena já basto eu.

Falemos do inefalado, tema único e exclusivo, jamais debatidos por estas redes fora, prova magnificente de uma autonomia de espírito BRUTAL: corona vírus.

say what.gif

(saudades tuas, portador de voz magnífica <3)

 

Estamos todos (ou quase todos) fechados em casa a fritar a pipoca com os contadores das notícias, os miúdos em modo #fucktherules #whosthebossnow, os empregos em risco, o medo, esse grande senhor da vida (que também os há) a invadir-nos os poros todos.

UuVpT9M.png

Vamos tentando manter a paz de espírito, pensar positivo, vocês vejam bem que agora até faço exercício de manhã, tipo meia flexão e 2 abdominais, fico toda moribunda vocês haviam de ver. Pouco importa.

O mundo mudou, não vale a pena fingir que não.

E perante a mudança que podemos nós fazer?

run3.gif

(estefilmenãoémeu estefilmenãoémeu estefilmenãoémeu estefilmenãoémeu estefilmenãoémeu )

Nada. Ou melhor. Tudo.

Eu adotei  uma estratégia para não me atirar de cabeça janela abaixo, até porque ganhava, no máximo, 5 paus de caruma espetados nas ventas: desisti das más noticias, dos voices alarmistas, das partilhas duvidosas. Agora quero é paz e amor, para susto já basta estar aqui trancada com os meus ricos meninos, monstrinhos imparáveis e adoráveis de sua mãe. E estou a praticar aqui um exercício fabuloso (a acrescentar à flexão e meia que faço de manhã), e é ele...

wait.gif

(dary!)

ESPERAR.

Não podemos fazer grande coisa a não ser estartrancadoemcasadeusnosajude, maneiras que, malta, bora partilhar cenas boas? Vamos fazer uma lista de coisas que este cabresto deste vírus nos trouxe de positivo.

Começo eu:

Descobri que sou fenomenal a limpar torneiras. Juro. Brilham que nem a coroa da Rainha de Inglaterra em vesperas de Natal.

A minha avó fica (ainda mais) bonita em videochamada.

É possível ter saudades de coisas tão estranhas como, sei lá, sogros? SAUDADES VOSSAS PAIS DO HOMEM DA MINHA VIDA!

Descobri que sou portadora de uma cena que não fazia puto de ideia que tinha (e não é corona, acho eu.): ESPERANÇA. Tenho tanta valha-me Deus, que acredito que depois disto o mundo se vai reinventar numa coisa mais bonita. 

E vocês?

yoga.jpeg

(apresento-vos o Bujix: mas estes gajos agora não saem de casa???)

 

 

5 comentários

Comentar post