Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Envelhecer

14.11.19, Ana sem saltos
Pronunciar este verbo é tipo Voldemort no filme do Harry Potter, não se pode dizer, é o "you know who" da existência moderna.  (eu envelheço, tu envelheces, ele envelhece, REPITAM COMIGO) Não sei bem o que se passa, mas parece que - tirando eu - as pessoas não envelhecem! Valha-me nossa senhora dos glúteos empedernidos, e as boazonas a sambarem-nos na tromba do alto dos seus quase cinquenta anos nuns mega corpaços, em que não há rugas, nem cabelos brancos, nem fonix de erro nenhum? (...)

Greta e o bestialismo online

27.09.19, Ana sem saltos
Uma pessoa está décadas sem escrever até se ver obrigada a debitar prosa sobre a polémica tão afamada dos últimos tempos. Que a miúda sueca tem o seu ar kreepy, tem. Que existirão interesses de adultos por de trás da criança que nos ralha, também não tenho muitas duvidas, o meu lado naife já conheceu melhores dias. Que o seu discurso é inflamado e derrotista, ali a roçar o dramático, o que, por mais que eu goste de um bom drama, pode diminuir a sua eficácia, ora isso (...)

Coisas que me alegram

02.08.19, Ana sem saltos
Seria perfeito estarmos sempre alegres, mas convenhamos, a vida é um palco, que é, mas nem sempre queremos ser palhaços. E a alegria/ euforia, palhaçadas à parte, é um estado momentâneo, ao contrário da felicidade, que não é estado porra nenhuma, é MOTE. Podemos perfeitamente estar tristes na felicidade e alegres na infelicidade. (Pensem nisto) Acho que estar vivo, para além de ser o contrário de estar morto, é isto mesmo: um amontoado de antagonias e bipolaridades. (...)

Post para mulheres

31.07.19, Ana sem saltos
Debandada masculina, pf, que se vai falar de TPM.   Nós mulheres, e feminismos à parte, devíamos ser glorificadas assim ao nível do divino, com hinos e tudo porque, caramba, esta condição que não se escolhe tem imenso que se lhe diga. TPM é o clímax da dor de alma feminina. Não falo só o desconforto físico, isso é penuts, lembremo-nos que damos à luz, produzimos VIDA nas entranhas, ok? Estou a falar da moinha sentimental que, segundo consta, não atinge a todas. A natureza (...)

Rage Yoga - WTF OOOOMMMMMMMMM

19.07.19, Ana sem saltos
Acho muito interessante as pessoas que dizem yôga, em vez de yóga, muito embora eu diga yóga. Achei relevante esta observação para dar início a este tema. Então consta que há por aí um novo tipo de yoga (fica assim, leiam como o vosso intelecto vos manda, que eu sou toda por liberdade), chamado... Rage yoga. Achei isto o cúmulo do bombástico, e isto porque o meu pequeno pediu-me (pediu-me não fui eu que o obriguei) para fazer yoga na escola. Achei que era apenas uma coisa dita (...)

Da série "séries" - Big Little Lies

19.06.19, Ana sem saltos
Antes de me armar em influencer iu nó, deixem-me contar-vos o meu histórico. Eu era uma menina muito ladina que tinha um vício, cultivado desde o primórdio destes genes. Era ele ver televisão. Ui, o que eu gostava de ver televisão. Em pequena eram os bonecos, entre pequena e miúda e depois até adulta uma tara por telenovelas, mas era assim assumidamente sopeira, o meu pai tinha ataques epiléticos comigo, mas o que este coração vibrava com aquelas novelas brasileiras de (...)

É preciso falar disto - Salvar vidas não é crime

17.06.19, Ana sem saltos
Agora falando a sério, muito a sério. Por norma utilizo este blogue para descarregar energias, transformar os pequenos acontecimentos da vida em algo memorável, humorável, amorável. Este tema não é nenhum dos três. O Miguel é um miúdo que, ao contrário da grande parte de nós - eu incluída assumidamente nesse pacote - decidiu não ficar apenas escandalizado com as tragédias que acontecem no mundo, e pôs mãos à obra. Neste caso em específico, falamos das crises (...)

Quantidade não é qualidade

28.05.19, Ana sem saltos
Agora até está na moda esta coisa do desapego. Quem segue 350 milhares de influencers ou lá o que é, tipo eu, sabe que é super in esta coisa de nos desprendermos das coisas. Mas vamos lá a ver com honestidade, quem é que efetivamente se desapega de coisas? É que ir acampar em tendas aquecidas com ar condicionado, camas lavadas, com uma garrafa de vinho branco gelada (ainda que sem rotulo) bebida em pufs marroquinos, não está propriamente a fazer desapego de coisa nenhuma. (Talve (...)

É preciso falar disto (Maria Leal)

09.05.19, Ana sem saltos
Quando eu era bancária costumava divertir-me com uma amiga minha a ver as maravilhas da Maria Leal. Depois já não era só dela, era dos que gozavam com ela e que ainda tornavam as coisas mais apetecíveis à gargalhada. Houve inclusive um concurso lançado pela mesma para os seus fãs se candidatarem para participarem num vídeo dela, que, como saberão, é sempre um hino à classe. Eu não me candidatei, que não sou assim muito dada às câmaras, mas evidentemente candidatei essa (...)

Atentem ao buraco negro

11.04.19, Ana sem saltos
Uma pessoa à espera disto: E sai-me isto: Que tremenda desilusão. Tirando isso, enfim, eu percebo é um marco histórico, e os cientistas devem estar eufóricos. No entanto - talvez devido a uma dosagem maior de empatia humana fico cheia de limitações intelectuais - custa-me entender os milhões que devem ter sido aplicados naquele mega telescópio capaz de detetar uma laranja na lua, com tanta gente a morrer à fome. Mas isso não interessa nada. (O meu lado naife.) Ontem falamos (...)