Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Voltar

04.11.19, Ana sem saltos
Estava aqui mergulhada em memórias, descobri que faz hoje 9 anos que assinamos a escritura da nossa casa, eu pançuda do primeiro rebento, toda cheia de esperança, expectativa e carnes,  ainda sem saber do turbilhão que estava prestes a rebentar e a fazer-me crescer mais um bocadinho. Com isto mergulhei também nas fotografias deste fim de semana, benzadeus, sou uma sortuda de todo o tamanho. É tão engraçado ver os meus bebés virarem rapazolas, observar o companheirismo deles com o (...)

Viver no campo vs viver na cidade

09.07.19, Ana sem saltos
(a casa da casa do caracol <3 )   Pois ficai sabendo, minha gente, que esta mulher rude do campo já foi alfacinha de gema. Isto há milénios atrás, naqueles áureos tempos libertos de um amor avassalador que me faz ter forças para fazer rodar o mundo na ponta do indicador. #sermãe   A questão é que o campo foi sempre uma coisa que me esteve entranhada no ADN, e isto porque fui criança muito abençoada, neta de uma avó fenomenal que tinha uma quinta perto de Lisboa onde nos (...)

Acampar com filhos

07.06.19, Ana sem saltos
Alguém faça atualização do software de São Pedro que esta bosta não dá com nada. Estive à beira de acender a lareira ontem, só não o fiz porque não. Quando ainda por cima faz hoje uma semana que esta família sem saltos se enfiou no carro com pratos e pratinhos, mantas e mantinhas, almofadas e almofadinhas, lancheiras e lancheirinhas, tendas e tendinhas, martelos, lanternas, vassouras, fatos de banho, toalhas, mesinhas, camping gaz, protetores solares, chapéus de sol, (...)

Em abril águas... oh diabo

05.04.19, Ana sem saltos
Atenção, não sou nenhuma inconsciente, ok? Eu sei que o país está perto de uma seca severa, que as barragens estão a morrer de sede, sei de tudo isso. Também já li que é preciso que chova o dobro do normalmente chovível neste mês para que se reverta este caminho sequinho que se tem vindo a galgar nos últimos meses. Mesmo sabendo de tudo isso, e sou eu apenas uma granita pindérica num soberbo deserto, preciso de falar sobre o efeito desta chuva em mim, ainda para mais, (...)

As férias parte I - o acampamento

23.08.16, Ana sem saltos
(Olá leitores!)   Família sem saltos andou na ramboiada três inteiras e desavergonhadas semanas. De muito sol, muita areia, muito mar. Férias com crianças não são assim bem bem férias, são mais um #trêssemanasquenãoponhoocunotrabalho, mas, a verdade das verdades, é que este ano correram particularmente bem. A primeira semana é regada com (...)

Weekend's mood

31.05.16, Ana sem saltos
Tudo de bom para dizer com estes dias obscenamente compridos, apesar do tempo andar meio esquizofrénico.  (jogar à macaca na rua às 9 da noite <3) (como este não sabe saltar - apesar de berrar de forma entusiasmada UM (...)

Aquele momento em que percebes que, sim senhora, estás a fazer um bom trabalho

11.05.16, Ana sem saltos
Na maternidade, sob o disfarce cor de rosa do amor maternal em forma de arco íris colorido e beijos repenicados em refegos, as mães conseguem ser, e perdoem-me a brutalidade, umas grandes vacas. Nasce em nós um instinto sinistro quase a taco e taco com o da sobrevivência: o da competição. O meu anda, o meu dorme, o meu come, o meu não sai da cadeira, o meu dá saltos mortais para trás enquanto equilibra um copo de vinho no dedo mindinho do pé, olhem filhas, o meu diz fodaxe.   (...)

Vantagens de morar no campo (as principais)

20.04.16, Ana sem saltos
cordar de manhã, população masculina que habita lá por casa ainda dormir.      Sentar-me lá fora, lusco fusco já a fazer prever os dias compridos do verão, respirar fundo e ouvir a passarinhada desvairada aos guinchos pela manhã. Balde de café para engrenar os neurónios.  (confere)    Esta é (apenas) uma das vantagens de morar no (...)