Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Envelhecer

14.11.19, Ana sem saltos
Pronunciar este verbo é tipo Voldemort no filme do Harry Potter, não se pode dizer, é o "you know who" da existência moderna.  (eu envelheço, tu envelheces, ele envelhece, REPITAM COMIGO) Não sei bem o que se passa, mas parece que - tirando eu - as pessoas não envelhecem! Valha-me nossa senhora dos glúteos empedernidos, e as boazonas a sambarem-nos na tromba do alto dos seus quase cinquenta anos nuns mega corpaços, em que não há rugas, nem cabelos brancos, nem fonix de erro nenhum? (...)

Foco, fé, e foª§#-se - Trilogia do F

11.11.19, Ana sem saltos
*Disclaimer: este post contem palavras não apropriadas a menores de idade. Não obstante, o conteúdo é elixir da mais pura sabedoria.   Tenho a certeza absoluta que todos nós já passamos por fases menos boas na vida. Não estou a dar novidade nenhuma, a tristeza, quer queiramos, quer não, é um elemento que tende a aparecer, e às vezes de forma totalmente inusitada, quando menos esperamos. O primeiro grande erro que me tenho dado conta nesta longuíssima jornada de vida é não (...)

Voltar

04.11.19, Ana sem saltos
Estava aqui mergulhada em memórias, descobri que faz hoje 9 anos que assinamos a escritura da nossa casa, eu pançuda do primeiro rebento, toda cheia de esperança, expectativa e carnes,  ainda sem saber do turbilhão que estava prestes a rebentar e a fazer-me crescer mais um bocadinho. Com isto mergulhei também nas fotografias deste fim de semana, benzadeus, sou uma sortuda de todo o tamanho. É tão engraçado ver os meus bebés virarem rapazolas, observar o companheirismo deles com o (...)

Coisas que me alegram

02.08.19, Ana sem saltos
Seria perfeito estarmos sempre alegres, mas convenhamos, a vida é um palco, que é, mas nem sempre queremos ser palhaços. E a alegria/ euforia, palhaçadas à parte, é um estado momentâneo, ao contrário da felicidade, que não é estado porra nenhuma, é MOTE. Podemos perfeitamente estar tristes na felicidade e alegres na infelicidade. (Pensem nisto) Acho que estar vivo, para além de ser o contrário de estar morto, é isto mesmo: um amontoado de antagonias e bipolaridades. (...)

Post para mulheres

31.07.19, Ana sem saltos
Debandada masculina, pf, que se vai falar de TPM.   Nós mulheres, e feminismos à parte, devíamos ser glorificadas assim ao nível do divino, com hinos e tudo porque, caramba, esta condição que não se escolhe tem imenso que se lhe diga. TPM é o clímax da dor de alma feminina. Não falo só o desconforto físico, isso é penuts, lembremo-nos que damos à luz, produzimos VIDA nas entranhas, ok? Estou a falar da moinha sentimental que, segundo consta, não atinge a todas. A natureza (...)

Viver o agora

25.07.19, Ana sem saltos
Já repararam na dificuldade MONUMENTAL que existe no simples ato de viver o agora? Falácia grotesca esta, ora vejamos, que hipótese temos nós se não habitar no presente? A questão é que muitas vezes o presente passa todo morninho, porque ficamos algures lá atrás a marinar e remarinar o já vivido, todos ahhhh dantes é que era! E vai na volta, quando o dantes era agora nem o estávamos a viver com todo o esplendor, se calhar enfiados num outro qualquer antes, antes desse antes. ( (...)

Conjugar o verbo esperar

04.07.19, Ana sem saltos
Ora aqui está um gravíssimo problema da nossa sociedade contemporânea. Tudo é imediato, aviões para outros continentes, compras com touch ID, facebook e instagram com lives e stories, emails, o correio já só serve para as contas, perdeu a graça T-O-D-A. É inacreditável, uma pessoa espirra a ver cremes na net, e três segundos depois aparece-nos um gajo de motinha a entregar-nos um, qualquer dia somos mesmo teletransportados tipo Songoku. (Bolas esqueci-me de comprar bananas. (...)

Dicas para sobreviver à vida

23.05.19, Ana sem saltos
Não sei se sabiam disto, mas pronto, ficam a saber, viver mata. Inclusive já fiz um hino com este mote,  não há porra nenhuma que não nos mate e sabem porquê? Porque os segundos passam e pronto, é isso. Caminhada para o fim, podem ir a fazer o pino, ir de ladex, de bruços, a rastejar ou aos pulos, mas viver não é mais do que.... esperar pela morte.   Agora que já atirei a bomba, desculpem lá a brutalidade, a idade anda a derrubar-me filtros, o que tenho eu para vos passar? (...)

Não gosto

17.05.19, Ana sem saltos
De comer perceves ou caracóis e subitamente trincar areia (arrepio na medula). Aspirar a casa antes de um dia de praia. De me cansar. De slime (que o senhor cabresto que inventou isto já tenha 16 filhos obcecados nesta gosma) Que tudo me canse. De vomitar. De não poder chorar. Quando tenho de disfarçar. De cenoura cozida. Das lágrimas de quem amo. Que se estargue puré instantâneo, essa grande benção, com noz moscada. De falhar. De não saber cozinhar doces (o resto sou (...)

Injustiças

09.04.19, Ana sem saltos
Olá a todos, sejam muito bem-vindos. Como se pode ver, sou mulher ainda viva, apesar do temporal que nos sova Portugal, da inundação que o meu pequeno recém-nascido fez lá em casa, e de uma dor de cabeça monumental. Tudo na paz do senhor. Despite all that, aqui estou eu pronta a expor-vos mais uma vicissitude. Hoje mandaram-me este belíssimo vídeo por wastup: (não consigo inseri-lo no post maneiras que é favor clicar aqui (...)