Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Foco, fé, e foª§#-se - Trilogia do F

11.11.19, Ana sem saltos
*Disclaimer: este post contem palavras não apropriadas a menores de idade. Não obstante, o conteúdo é elixir da mais pura sabedoria.   Tenho a certeza absoluta que todos nós já passamos por fases menos boas na vida. Não estou a dar novidade nenhuma, a tristeza, quer queiramos, quer não, é um elemento que tende a aparecer, e às vezes de forma totalmente inusitada, quando menos esperamos. O primeiro grande erro que me tenho dado conta nesta longuíssima jornada de vida é não (...)

Coisas que me alegram

02.08.19, Ana sem saltos
Seria perfeito estarmos sempre alegres, mas convenhamos, a vida é um palco, que é, mas nem sempre queremos ser palhaços. E a alegria/ euforia, palhaçadas à parte, é um estado momentâneo, ao contrário da felicidade, que não é estado porra nenhuma, é MOTE. Podemos perfeitamente estar tristes na felicidade e alegres na infelicidade. (Pensem nisto) Acho que estar vivo, para além de ser o contrário de estar morto, é isto mesmo: um amontoado de antagonias e bipolaridades. (...)

Viver o agora

25.07.19, Ana sem saltos
Já repararam na dificuldade MONUMENTAL que existe no simples ato de viver o agora? Falácia grotesca esta, ora vejamos, que hipótese temos nós se não habitar no presente? A questão é que muitas vezes o presente passa todo morninho, porque ficamos algures lá atrás a marinar e remarinar o já vivido, todos ahhhh dantes é que era! E vai na volta, quando o dantes era agora nem o estávamos a viver com todo o esplendor, se calhar enfiados num outro qualquer antes, antes desse antes. ( (...)

Memórias do facebook

16.07.19, Ana sem saltos
O Facebook tem esta coisa engraçada. De vez em quando lembra-se de nos ir sacar memórias, e vai daí acabei de ficar a saber coisas tão fenomenais como: Dia 16 de julho de 2011 o meu recém-nascido mais velho comeu a sua primeira papa. Dia 16 de julho de 2013 o meu corpo já tinha superado a perda de um bebé e eu escrevi um pequeno conto sobre um onda pequenina que nunca chegou a ser. Dia 16 de julho de 2014 o mundo passou a rodar mais depressa e o meu recém-nascido mais novo nasceu. (...)

Isto de escrever

10.07.19, Ana sem saltos
A minha paixão pela escrita começou logo ali nos primórdios do a e i o u. Tive diários desde que me sei gente, onde escrevia coisas tão fabulosas como "Querido Diário, Hoje comi chocapic de manhã e era suposto ter sido eu a ficar com a caixa para ler mas a minha mana ficou de novo, fiquei tão zangada." que foram evoluindo para estados de adolescência e todo o amontoado de dúvidas que é parido nessa fase, 15 toneladas de paixões sempre não correspondidas, que me faziam sentir (...)

O dia em que conheci Miguel Esteves Cardoso

27.06.19, Ana sem saltos
Nem de propósito, aqui a valentona a falar ontem de medos, e sou posta à prova no próprio dia.  Depois de um dia de outono enfiado dentro de junho, aqui, na minha terra, onde o tempo é desobediente e ignora vontades e estações, pôs-se um fim de dia com cheiro a agosto. Fins de dia com cheiro a agosto pedem esplanadas e peixe, e esta família, desejosa de comemorar um acontecimento importante, rumou ao famoso Neptuno (depois de uma tampa de um restaurante baratucho). Quem não (...)

É preciso falar disto - Salvar vidas não é crime

17.06.19, Ana sem saltos
Agora falando a sério, muito a sério. Por norma utilizo este blogue para descarregar energias, transformar os pequenos acontecimentos da vida em algo memorável, humorável, amorável. Este tema não é nenhum dos três. O Miguel é um miúdo que, ao contrário da grande parte de nós - eu incluída assumidamente nesse pacote - decidiu não ficar apenas escandalizado com as tragédias que acontecem no mundo, e pôs mãos à obra. Neste caso em específico, falamos das crises (...)

A importância do tempo

17.06.19, Ana sem saltos
Sabiam que o tempo é o bem mais valioso que temos? Se não sabiam deviam saber.  O tempo é um fenómeno estranhíssimo e misterioso, tipo Santíssima Trindade, é preciso alguma fé e aceitar, não vale a pena tentar compreender. Se em alguns momentos o tempo parece não andar nem por nada, quando esperamos uma notícia importante, quando apanhamos a seca da vida, quando estamos on hold numa chamada para a segurança social, noutros resolve tomar um speed daqueles e desata a fugir-nos (...)

Post lamechas

14.06.19, Ana sem saltos
Clara noção de como estou a envelhecer assim a galope, para além do visível crescimento de dois recém nascidos, o mais velho já diz "tens de ver o que o livro indica" para o mais novo que fica esgazeado a olhar para ele, mas dizia eu, clara noção do meu envelhecimento é a caminhada que já ultrapassa metade da minha vida ao lado do meu homem. #meuhomem (algures em 2001. Comecei namoro com um ucraniano <3)   Então diz-me o calendário que hoje, dia 14 de junho de 2019, a (...)

Acampar com filhos

07.06.19, Ana sem saltos
Alguém faça atualização do software de São Pedro que esta bosta não dá com nada. Estive à beira de acender a lareira ontem, só não o fiz porque não. Quando ainda por cima faz hoje uma semana que esta família sem saltos se enfiou no carro com pratos e pratinhos, mantas e mantinhas, almofadas e almofadinhas, lancheiras e lancheirinhas, tendas e tendinhas, martelos, lanternas, vassouras, fatos de banho, toalhas, mesinhas, camping gaz, protetores solares, chapéus de sol, (...)