Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Rage Yoga - WTF OOOOMMMMMMMMM

19.07.19, Ana sem saltos
Acho muito interessante as pessoas que dizem yôga, em vez de yóga, muito embora eu diga yóga. Achei relevante esta observação para dar início a este tema. Então consta que há por aí um novo tipo de yoga (fica assim, leiam como o vosso intelecto vos manda, que eu sou toda por liberdade), chamado... Rage yoga. Achei isto o cúmulo do bombástico, e isto porque o meu pequeno pediu-me (pediu-me não fui eu que o obriguei) para fazer yoga na escola. Achei que era apenas uma coisa dita (...)

O flagelo da vida saudável

29.04.19, Ana sem saltos
Eu não sou uma mulher muito saudável, nem física nem psicologicamente. Atacam-me fúrias e medos obstinados, bebo mais minis do que água e sou uma fumadora cansada de tentar deixar de fumar sem sucesso. O exercício físico é uma novidade relativamente recente na minha vida, e ainda assim, botemos um "lol" no que considero exercício físico. (caso são saibam, clicai com (...)

Por uma vida saudável (III)

24.05.16, Ana sem saltos
Já vos falei aqui da luta de titãs que ocorre lá em casa na tentativa de combater o amor eterno por açúcar do meu crianço mais crescido. O fascínio daquele miúdo por "coijasboas" tem de cómico o que tem de assustador. Como já está numa idade em que conseguimos algum diálogo minimamente lógico, comecei por "atacar o tema" explicando-lhe que o açúcar é um veneno para o corpo. (...)

Por uma vida saudável II

04.05.16, Ana sem saltos
Empenhadíssima neste projeto amigos, em-pe-nha-dí-ssi-ma.    (hello babes - eu no meu verão mais saudável de sempre)   1) Overdose diária de H2O - Check; 2) Caminhadas para ir e vir do trabalho - passo bem rápido, barriga encolhida, ombros para trás - dárias e assumidas, de tal forma assumidas que deixei (...)

Das coisas que me inspiram #1

13.04.16, Ana sem saltos
Escrever, pelo menos para mim, é uma reação automática a coisas que sinto. Acontece-me inúmeras vezes sentir de repente uma vontade enorme de congelar o tempo para gravar aquele preciso microsegundo: ou porque vi algo que me comoveu no comboio, ou porque sonhei com outra coisa qualquer, ou porque tenho vontades que me invadem tipo tsunami. Mas são momentos que acho que me passariam despercebidos não gostasse eu de organizar os sentimentos nas palavras. Amo palavras. Uma coisa que (...)

Por uma vida saudável (agora eu)

12.04.16, Ana sem saltos
Falava-vos ontem da saúde.  Eu aqui me confesso: Sou mandriona, vagamente adita, odeio cansar-me, odeio regrar-me, adoro um bom copo de vinho e (infelizmente) de um cigarrinho (ou 20).  (ganda tchim-tchim à vida)   Não sou especialmente gulosa no que toca a doces mas, por exemplo, pão é a minha perdição. Existem alturas na minha vida que vivo bem, (...)

Por uma vida saudável

11.04.16, Ana sem saltos
Preocupo-me hoje, já passados os 30, e com dois filhos pequenos, com algo que nunca foi uma preocupação assim relevante na minha vida: a saúde (facil não nos preocuparmos com o que damos por garantido). Na verdade, quando penso em mim, Oh céus, onde andas tu saúde?? Não faço desporto para além da (enorme) ginástica que é precisa para cuidar de dois seres pequenos e frenéticos (e suicidas). Consigo passar semanas (e não estou a exagerar) sem beber água. Bebo antes sumos e (...)