Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Voltar

04.11.19, Ana sem saltos
Estava aqui mergulhada em memórias, descobri que faz hoje 9 anos que assinamos a escritura da nossa casa, eu pançuda do primeiro rebento, toda cheia de esperança, expectativa e carnes,  ainda sem saber do turbilhão que estava prestes a rebentar e a fazer-me crescer mais um bocadinho. Com isto mergulhei também nas fotografias deste fim de semana, benzadeus, sou uma sortuda de todo o tamanho. É tão engraçado ver os meus bebés virarem rapazolas, observar o companheirismo deles com o (...)

Viver no campo vs viver na cidade

09.07.19, Ana sem saltos
(a casa da casa do caracol <3 )   Pois ficai sabendo, minha gente, que esta mulher rude do campo já foi alfacinha de gema. Isto há milénios atrás, naqueles áureos tempos libertos de um amor avassalador que me faz ter forças para fazer rodar o mundo na ponta do indicador. #sermãe   A questão é que o campo foi sempre uma coisa que me esteve entranhada no ADN, e isto porque fui criança muito abençoada, neta de uma avó fenomenal que tinha uma quinta perto de Lisboa onde nos (...)

A importância do tempo

17.06.19, Ana sem saltos
Sabiam que o tempo é o bem mais valioso que temos? Se não sabiam deviam saber.  O tempo é um fenómeno estranhíssimo e misterioso, tipo Santíssima Trindade, é preciso alguma fé e aceitar, não vale a pena tentar compreender. Se em alguns momentos o tempo parece não andar nem por nada, quando esperamos uma notícia importante, quando apanhamos a seca da vida, quando estamos on hold numa chamada para a segurança social, noutros resolve tomar um speed daqueles e desata a fugir-nos (...)

Acampar com filhos

07.06.19, Ana sem saltos
Alguém faça atualização do software de São Pedro que esta bosta não dá com nada. Estive à beira de acender a lareira ontem, só não o fiz porque não. Quando ainda por cima faz hoje uma semana que esta família sem saltos se enfiou no carro com pratos e pratinhos, mantas e mantinhas, almofadas e almofadinhas, lancheiras e lancheirinhas, tendas e tendinhas, martelos, lanternas, vassouras, fatos de banho, toalhas, mesinhas, camping gaz, protetores solares, chapéus de sol, (...)

O poder das rotinas

14.03.19, Ana sem saltos
Olá. O meu nome é Ana sem saltos e eu sou a BOSS das rotinas. (obrigada, obrigada, obrigada) Esta é uma característica minha, imagino eu que genética, de tal forma me está entrenhada no ADN. (eu a planear rotinas com cerca de 8 anos) Psicanálises à parte, as rotinas podendo parecer uma coisa que sobrecarregam a vida de ... tédio, a verdade é que a mim dão-me segurança. Sou tipo os putos, gosto de saber o que vai acontecer a seguir, embora uma boa surpresa me caia sempre bem (...)