Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saltos sem altos

Saltos sem altos

Viver o agora

25.07.19, Ana sem saltos

Já repararam na dificuldade MONUMENTAL que existe no simples ato de viver o agora? Falácia grotesca esta, ora vejamos, que hipótese temos nós se não habitar no presente?

A questão é que muitas vezes o presente passa todo morninho, porque ficamos algures lá atrás a marinar e remarinar o já vivido, todos ahhhh dantes é que era! E vai na volta, quando o dantes era agora nem o estávamos a viver com todo o esplendor, se calhar enfiados num outro qualquer antes, antes desse antes.

confuso.gif

(um e um são dois, vezes quatro, noves fora....)

 

Também acontece o oposto, assim de repente não estou a ver ninguém que conheça , mas que os há, há.

esconder.gif

(ah fonix!)

E falo das boas almas que envenenam o presente com as expectativas do futuro, sempre numa correria para aquilo que virá depois. Em boa verdade, estes devoradores de presente encaixam-se em quase todos nós, por exemplo, quando trabalhamos desenfreadamente com o foco todo lá à frente na reforma. Que acontecerá (SE acontecer) quando estivermos todos carcomidos pela ansiedade e stress de uma vida ofegante e desprovida das coisas boas que achávamos que íamos gozar nessa fase. Excepções à parte, acontece tantas vezes a exptectativa transformar-se numa enorme desilusão porque, entretanto, o tempo passou, o presente virou passado, e tantas vezes acabou por ser um momento mal aproveitado, as coisas mudaram, nós também mudamos, e, convenhamos, é muito melhor carreirinhas no mar quando não estamos carregados de artroses e dores assim ao nível do corpo todo.

dançar.gif

 

É TÃO difícil conseguir um equilíbrio saudável nesta vivência, conseguir aproveitar o momento sem o saudosismo do passado, a expectativa do futuro, e ainda temperar tudo isso com alguma responsabilidade. Ás vezes sinto que a minha cabeça é um manicómio para os trezentos e oitenta eus que lá habitam, todos à batatada.

Esta fase dos meus filhos já a crescer, com todos os desafios inerentes a esse crescimento,

o que é sexy mãe?

OLHAUMAVIÃOCORDEROSA!

fugir.gif

e mediante as escolhas de vida que temos vindo a tomar como família, é um momento que estou a viver com a certeza que terei saudades no futuro. Aquele futuro que terá buço, deslizes na voz para agudos grotescos, borbulhas, desprezo pelos adultos, pelos pais em específico, 

EISH OLHA AÍ MÃE, BUÉ PODRE, VOU ALI CURTIR UMA NIGHT, NÃO SEI QUANDO VOLTO.

(arrepio na medula)

Enfim. É dificil, mas é possível. A base é, uma vez mais, a gratidão.

agradecer 1.JPG

agradecer 2.JPG

(má kainde of thankes iu nó?)

 

>>Sigam-me também no instagram

2 comentários

Comentar post